A jogar tudo se aprende
oficina educativa

Oficina ministrado por Carlos Abrunhosa

Língua utilizada pela formadora: português

Duração: 2 horas

Assistência máxima: 12 pessoas

Destinatários: pais, professores e profissionais relacionados com o âmbito educativo.

Local: sala a anunciar

Em fase de acreditação para professores



Os jogos de tabuleiro proporcionam momentos de interação divertida e exponenciam diversas aprendizagens, quer de carácter social como cognitivas.


Esta oficina é uma oportunidade para profissionais da educação, pais e crianças conhecerem e experimentarem diferentes jogos de tabuleiro que podem ser usados no quotidiano para desenvolver essas diferentes competências.



Inscrições encerradas.


Carlos Abrunhosa

Nota bibliográfica

É professor do 1º ciclo há 17 anos e usa os jogos de tabuleiro como um complemento pedagógico, dinamizando nas turmas por onde passa pequenos clubes de jogos de tabuleiro em contexto de sala de aula, com o principal objetivo de desenvolver nos alunos competências transversais como o respeito pela vez do outro, respeito pelas regras, saber tomar decisões, aprender a lidar com a vitória e com a frustração da derrota.

"Os jogos permitem-me desenvolver competências do currículo tais como o cálculo mental, mobilização do espírito crítico e raciocínio matemático. Os jogos são excelentes promotores da intreajuda entre alunos e fomentam a autonomia, pois são os alunos, que aos poucos, vão ensinando os seus colegas como são as regras para jogar determinados jogos.

Os jogos de construção e habilidade, por exemplo, são ótimos para desenvolver a motricidade fina, a concentração e destreza óculo-manual.

Enfim, os jogos são poderosos instrumentos de socialização, ao mesmo tempo que desenvolvem variadas competências sem que as crianças se apercebam que as estão a aprender" - Carlos Abrunhosa