FORA DA CAIXA
A inovação temática na criação de jogos

Oficina por Fernando Zamith

Língua utilizada pelo formador: português

Duração: 1 horas

Assistência máxima: 40 pessoas

Destinatários: público em geral

Local: Sala a anunciar

Em fase de acreditação


Como nasce a ideia de um jogo de tabuleiro? Quais as etapas imprescindíveis na criação de um jogo? Como se chega ao protótipo? Que importância têm os testes? Como, quando e que editoras contactar?

Um jogo de tabuleiro sobre comboios, cidades medievais ou exploração espacial é sucesso garantido? O que conta mais na criação de um jogo: a mecânica ou o tema? Qualquer tema pode dar um bom jogo?

Como juntar dois "mundos" tão distantes como os festivais de música e os jogos de tabuleiro?

Perguntas de partida para uma conversa sobre ideias originais para a criação de jogos de tabuleiro. A aventura de "sair da caixa" e experimentar a jogabilidade de temas pouco ou nada vistos nas mesas de jogo.



Participação gratuita.

Com necessidade de inscrição.




Fernando Zamith

Nota biográfica

É jornalista há 30 anos e professor universitário de Jornalismo há 16.

O gosto pelos jogos de tabuleiro surgiu cedo, na família, assim como a vontade de criar jogos diferentes ou que "corrigissem" as falhas que encontrava nos que mais gostava.

Tem "na gaveta", entreaberta, protótipos de jogos de temáticas bem diferentes, desde fórmula 1 (o primeiro, criado na juventude a meias com o irmão Carlos) a futebol, azulejos, gestão financeira familiar e monarquia portuguesa. As regras de outros tantos jogos estão escrevinhadas em agendas que guarda em locais diferentes da casa, prontas a receber novas ideias.

Em 2017, depois de 3 anos de peripécias, conseguiu editar o seu primeiro jogo, "Vilar de Mouros", aliando numa mesma criação 4 grandes paixões: os jogos de tabuleiro, a música e a aldeia e o festival que dão nome ao jogo.

Tinha acabado de criar o primeiro jogo do Mundo sobre um festival de música.